Site Cultural por Hamilton F. Menezes
Hamilton F. Menezes Professor - Jornalista - Escritor
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Contato
Textos
Crianças mimadas ousadas
Cada vez mais as crianças estão sendo mimadas e ousadas, seja pelos pais, avós, tios, primos maiores e etc. Cada vez mais, vejo o desrespeito desses novos pimpolhos com os mais velhos, claro que não podemos generalizar, muitos não possuem noção de valores, mas deveriam ter, desde pequenos, com certeza!!! Lembro-me de uma cena de um garotinho, uns dois aninhos na época, que sem me conhecer direito, sentou a mão na minha cara. Nossa!!! Senti uma  raiva e a cara ardendo... parecia que o menino tinha jogado 10 kilos de mão!!!! Sabe o que fiz? Agarrei os dois braços dele e dei-lhe uma duas ou três sacudidelas e falei em alto e bravo som!!! "Opa!!! Você bateu na pessoa errada... não faça isso com ninguém!!!" E larguei a pobre criaturinha, que estava aos berros do choro,  "indefesa" com seus pais. Soube que, depois dessa, nunca mais, ele, deu um só tapa em ninguém, coisa que era frequente ele fazia com sua familia e até com quem não conhecia, era o "sem-limites".
Acho que os pais não devem bater, salvo somente se for necessário mesmo, mas se bater que seja bem dada a lição.
Maus tratos a crianças é crime!!! Mas uns tapas na hora certa pelo responsável do ousadinho, ah!! Isso será  um crime se não der.
Tem pais permitem tudo  em nome da psicologia, afinal, de acordo com alguns autores ou terapeutas, poderá "traumatizar a criança", cada um cria os filhos segundo suas concepções. Mas cá entre nós, trauma terá os adultos quando verem dia após dia, o "monstrinho-sem-educação" se agigantando. E se não tiver cuidado ele não terá medo de você, mas você dele. Não ao espancamento, sim ao corretivo!!!
Você estará formando uma criatura com qualidade de vida e com um futuro profissional, excelente, explicando ao pimpolho que nem tudo se pode a tempo e a hora, e que se insistir em fazer pirraça, corretivo já!!!

Adoro crianças, faço tudo para não chorarem, mas abriu o berreiro  e observo que pode ser é manha,  tento fazer com que modifiquem o comportamento de chorão ou chorana para descontração, então,  imito os personagens do Barney, Salsicha, Scooby, até chapeuzinho vermelho. mas se ainda assim continuam o choro... não paparico, devolvo ao responsável.
Como diz o ditado quem pariu que embale.


Hamilton F Menezes
Enviado por Hamilton F Menezes em 24/04/2005
Alterado em 11/02/2006
Comentários
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Contato